30 de out de 2013

A gravidez e o transporte coletivo...

Sou usuária (por opção) do transporte coletivo da cidade de São Paulo. Vendi meu carro há três anos, quando me casei. Não aguentava mais o stress de SP, dirigir me deixa impaciente. 

Sou abençoada, pois moro a apenas 4km do meu trabalho e já fui/voltei muitas vezes a pé, pois tenho o privilégio de fazê-lo beirando o Parque do Ibirapuera.

Nós temos um carro e quem o usa é meu marido. Ele realmente precisa, pois além da base dele ficar em São Caetano, por vezes tem de ir ao Campo de Marte e agora até Sorocaba.

Enfim, hoje saiu uma matéria no UOL, da revista Pais & Filhos com o título de que 61% das grávidas ficam em pé nos transportes públicos e como sou usuária quero dar meu depoimento!

É realmente um absurdo a falta de educação e descaso que as pessoas, em geral, têm não só com as grávidas, mas com os idosos. 

Já vi tudo isso descrito na reportagem: marmanjos fingindo que estão dormindo e os piores caras de pau, lendo ou simplesmente ignorando.

Eu mesma já intervi em várias situações, chamando a atenção dessas pessoas (grande, pequeno, homem ou mulher) sobre a situação ao redor. Bom, só um 'parenteses': sou do tipo que chama a atenção de quem joga lixo na rua e etc. (insuportável, né!)

E falo que é falta de educação sim, pois eu aprendi NA MINHA CASA que devemos respeitar ao próximo e principalmente aos idosos.

Tô louquinha para minha barriga aparecer e estragar várias sonequinhas por ai. 

Um comentário:

  1. Eu tbm passei por isso nas duas vezes.
    Realmente a falta de educação está tão enraizada na população que é assustador.
    O negócio é mandar sair mesmo!!!

    ResponderExcluir