29 de nov de 2013

Uma coisa para sempre

Num dos encontros cazamigas, estávamos falando de gravidez (por que quase todas são mães) e uma delas me disse uma coisa - que só depois que ela falou eu me toquei. Falou que quando descobriu que estava grávida, ficou super feliz, mas depois bateu aquele pânico de " nossa isso é para sempre.

trim trim trim (barulho de fichas caindo)

Eu nunca tinha feito nada para sempre. Desde então, venho pensando nisso. Cara, é muita responsabilidade. Já tenho uma responsabilidade danada na vida, mas tudo que gira em torno a casa, trabalho e marido. Agora, a responsa é sobre mim, sobre minha saúde, sobre o que como, o que bebo, pois tem um serzinho dentro de mim. 

E é pra sempre. 

Não importa se é menino ou menina. É pra sempre. 

PRA SEMPRE!

Dá um puta medo, por que e se eu não for uma boa mãe, se eu não conseguir passar os valores que quero que nosso filho tenha? 

Será que vou dar conta e tals. Claro que sei, que todo mundo que ler vai dizer "ahh vai sim, é natural esse medo!".... mas dá medo mesmo assim. 

E é pra sempre! 

Inclusive essa gayzisse que tomou conta de mim, já me disseram que é pra sempre. Que essa preocupação é pra sempre, mas que o amor que vou experimentar será tão enorme e novo, que tudo valerá a pena. 

Ai, outro dia pensei: e se eu não amar meu filho tanto assim. Por que li um blog outro dia, de uma mãe que ficou preocupada q não sentiu 'aquele amoooor' na hora que viu a filha rsrs e que estava se achando a pior mãe do mundo. Claro que mudou! Mas né.. passa pela nossa cabeça. 

Sei lá. Sei que nosso bom Deus está no comando de tudo e que se ele mandou o amendoim, mandou por que chegou a minha hora e se é assim, vamos encarar né! E principalmente, encarar para sempre!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário