30 de mar de 2014

Presentes

A Sara tem ganhado muita coisa linda!!! Muita coisa com carinho e amor! É perceptível! E isso me deixa feliz, por que um dia me disseram que dá para saber quando alguém gosta e te estima realmente em três ocasiões na vida: na doença, na pobreza e quando você tem um filho. 

E várias pessoas têm mostrado isso para mim; algumas delas que eu realmente, nem esperava. Não é o caso do titio que deu esse presente né. 

Tio Guilherme, meu cunhado... adoramos :)


29 de mar de 2014

27 semanas e meu aniversário \o/

Essa semana tivemos muitas comemorações: 27 semanas da Sarinha e meus 34 anos!!!!! Acho que já falei que nunca achei que seria mãe, pelo menos, nunca esteve entre 'as coisas que quero fazer antes de morrer', era uma hipótese, mas distante... até conhecer o Will. Que me fez querer sim, não só ter um filho, mas uma família!!! 


Vamos falar primeiro da Sara em sua 27a semana: 



Agora que você se aproxima da fase final da gravidez -- o terceiro trimestre --, seu bebê começa a preencher todo o espaço disponível dentro do útero. 



Ele já abre e fecha os olhos, dorme e acorda em intervalos regulares e pode chupar o dedo. Embora ainda estejam imaturos, os pulmões do seu filho são capazes de funcionar com ajuda médica, se por acaso ele nascer antes da hora. 



É possível que você ande sentindo uns pulinhos ritmados dentro do seu corpo. São os soluços do seu filho! A partir de agora você tenderá a percebê-los bem mais, mas, não se preocupe, eles não incomodam o bebê.



http://brasil.babycenter.com/27-semanas-de-gravidez#ixzz2z3qzBRIW



E como foi os 34 anos da mamãe? Saímos para jantar exaustos rsrsrs mas saímos.. O Will tá numa pegada de trabalho muito forte por causa da viagem dele à Europa em duas semanas, então, ele chegou quase 20:30.. ainda bem que consegui mudar a reserva do restaurante para as 21:30. Fomos no Almodovar em Pinheiros, um restaurante espanhol muito charmosinho. Curti a comida e estava em semana de Restaurante Week ainda :D 

25 de mar de 2014

E tá tudo tomando forma ...

Eu só me dei conta mesmo de que estou grávida quando senti o primeiro chute há alguns dias.... e hoje chegou todo o kit do quarto da Sara... até chorei quando abri.. e dá um medo, daqueles que você pensa "Será que eu quero brincar disso mesmo!" ou ainda " Puts, vou por um filho no mundo, será que dou conta!".

Na verdade, nossa cabeça de mãe fica a mil, pensando na maldade que existe no mundo, nas drogas entre outros. Fica pensando no primeiro desamor, na briga com a melhor amiga, naquela festa que ela queria muito ir, mas que não vai por que está de castigo por que as notas estão baixas e etc!!! 

E ai .. abri os kits do quarto da minha filha. Da minha amada filha. Da minha esperada e desejada filha!!!

Sara meu amor, quando você chegar, estará tudo pronto e escolhido a dedo para você, minha princesa!

A mamãe e o papai já te amam muito! 


Brasil eô

Ah genty, já que a Copa vai mesmo rolar - por que né, convenhamos, as manifestações contra a Copa tinham que acontecer há 7 anos e não agora - resolvi comemorar. A Sara vai nascer no meio da bagunça e não podia passar em branco. 

Mandei fazer um body comemorativo :) Aquela Elo7 é uma loucura!!!!


24 de mar de 2014

Enxoval nos EUA - parte 2-2

Continuando né genty... a parte 1 e a parte 2-1 já foram..... 

No segundo dia nós fomos ao Intrepid Sea, Air & Space Museum, que eu SINCERAMENTE, não dava nada e foi um dos passeios mais legais que já fiz...a verdadeira Enterprise está lá!

Vc faz um passeio por dentro de um submarino, tem vários aviões caças
estacionados num navio atracada próprio para isso. Imagina se o Will não curtiu! Eu adorei MESMO!!!! Vale a pena!!! Só foi ruim que não deu para ir no simulador de vôo, pq prenha não pode e só da para ir de dois em dois... mas valeu  muito o passeio.  
 Saindo do Intrepid, passamos pelo Central Park, mas não paramos (tava muito frio), fomos direto ao American Museum of Natural History . Estávamos doidos para ver esse museu, pq é o mesmo de "Uma noite no museu 1". Antes de falar desse museu, uma nota: nós decidimos não visitar tantos museus desta vez e nenhum de arte, por que na Europa a gente foi em tanto museu, que temos a impressão de ter visto todas as obras necessárias para essa vida hahahaha

O museu em si, é enooooorme, tem vários fósseis, animais empalhados, é bem interessante e diferente. É um zoológico de bicho morto...o auge para mim foi ver o tiranossauro... só de vê-lo o passeio já valeu!!!

Adorei mesmo.... e tem historia de costume das civilizações, tem até nossos indios!!! 
 E tinha o totem né! Meu marido ofereceu chiclete para ele, mas ele não quis muito papo com a gente não. Então fui lá e tirei uma foto do meu barrigão perto dele rsrsrs

Saindo de lá resolvemos andar um pouco por dentro do Central Park, estava muito frio e o parque coberto por neve/gelo. Não dava para ver muita coisa com tudo branco. Fomos só ao Strawberry Fields, para ver a homenagem ao John Lennon e também passar em frente ao prédio que a Yoko ainda mora e onde ele foi morto. Não tem nada demais no lugar tá gente! Não tem um X no chão escrito: Aqui morreu Johnn Lennon hehehehe 

E a noite foi dia de Broadway!!!! Fomos assistir O Fantasma da Opera e confesso que dormi boa parte do show.. eu já tinha visto duas vezes hahahaha

No dia seguinte, fomos ao Empire States....

tava um dia lindo também e rendeu umas boas fotos!!! Saímos de lá, passamos na loja da Lego e ai achei legal ter uma menina, por que se fosse menino.... afeeee eu teria comprado tanta coisa do Senhor dos Anéis!!!! 


E só comprei um negocinho de ponei que ela vai brincar com 5 anos - gravida loka! O Will queria patinar no Rockefeller Center e foi bem legal e esse é o tipo de passeio que gravida não pode né! E se cai... ai ele foi! Fomos ao Madame Tussauds, o famoso museu de cera e achei mega divertido e legal.. e tem hora que impressionava, por que né, parecia gente de verdade... 

E foi isso... o próximo post resumirá as compras ... fizemos alguns passeios menores, fomos a loja da Apple, fomos ao Eetaly (mercado italiano), passeamos na Time Square, fomos na loja da Disney e na do MM's... coisinhas básicas de NY. 



22 de mar de 2014

26 semanas

Segundo o site do Baby Center, como é a 26a semana para mamãe e bebê:


Nesta etapa da gravidez, se pudesse ser medido, o bebê teria algo em torno de 36 centímetros. Os olhos estão começando a abrir. Ele responderá melhor a sons mais no finalzinho do sétimo mês, quando a rede de nervos que se estende até o ouvido estiver completa.



A partir de agora até a hora do nascimento, o peso do seu filho triplicará, já que nas próximas semanas ele vai acumular gordura bem mais rapidamente. O bebê precisa de gordura para poder se ajustar à temperatura mais fria que o lugar tão quentinho em que está neste momento.



Além disso, a gordura será fonte de energia e calorias nos primeiros dias de vida. É comum que recém-nascidos, especialmente os que mamam no peito, percam peso na primeira semana depois de nascer.



21 de mar de 2014

Enxoval nos EUA - parte 2-1

Na primeira parte do post do Enxoval falei da decisão de ir ao EUA, da escolha da cidade e tals e comentei que nesta segunda parte, falaria da viagem em si. Por que não fui só para enxoval. Fui para namorar, curtir meu maridão, nossa felicidade e tals.O enxoval mesmo, fomos atrás nos dois últimos dias da viagem (de 6 dias).

Como foi então. Vou colocar os pontos altos, senão o post fica do tamanho da muralha da China e ninguém merece né.

Chegamos em NY, JFK Airpor às 5 da matina; imigração tranquila; como era MUITO cedo, optamos por pegar um taxi até Manhattan; eu já tinha pesquisado as maneiras de chegar do JFK até Manhattan e tem, principalmente, três : metrô, ônibus ou taxi. Claro que taxi é o mais caro, mas depois de 9 horas de vôo, barriga, mala e neve, ninguém merece. Se puder desprender de 60 dolares, recomendo. Os preços são fechados, e neste valor já está a gorgeta de 20%!

Ficamos hospedados no Courtyard Marriot Fifth Avenue. Por quê? Custo x Estrela x Localização. Não é dos mais baratos, tem hotéis 3 estrelas muito bons e muuuuito mais baratos. Como disse no post anterior, resolvemos ostentar um pouco por que sabemos que vai demorar um pouco até viajarmos juntos para fora do país. Não tem café da manhã. Mas o quarto estava sempre limpo e arrumado. Shampoo e mimos da Paul Mitchell e banheira! Foram super atenciosos e fizeram um Early Checkin, permitindo que entrássemos às 09:30 da manhã, quando o checkin de fato só aconteceria as 13:00!

Ótima localização: a duas quadras da Grand Central Terminal (foto abaixo). A três quadras do Empire States. E a três quadras da Time Square e Broadway. Escolhemos assim, por que grávida, eu cansava mais e tinha muitas dores nas pernas...
Nossa primeira parada foi já na Estátua da Liberdade, escolhemos essa primeira parada para 'nos livrarmos' logo de cara rsrs e assim, o dia estava linnnndoooooo, não podíamos ter sido melhor abençoados. Claro que genty, tava maior frio. O dia mais quente que pegamos em NY estava -4 graus. 

 Terminamos o dia almoçando na região do Wall Street, fomos com a cara do lugar e entramos, depois que reparei que tem vários desse restaurante espalhados por NY. Chama-se "Cipriani" de você pode ver meu review no TripAdvisor ; passamos pelo touro e claro que não poderia faltar, demos aquela esfregadinha no saco dele, para trazer dinheiro e nos fazer voltar varias e várias vezes a NY. Passamos pelo Carnegie Hall e voltamos para o hotel :) !

20 de mar de 2014

20 de Março - O dia em que a Nathy chegou

Eu nunca ... NUNCA chego mais cedo do trabalho em casa... eis que minha amiga Patrícia me liga e pergunta se eu ainda estou no trabalho, então, normalmente eu estaria, mas NÃO ESTAVA. 

Ai digo que não e pergunto por que e ela me diz: "Ah senão ia falar para você vir me fazer companhia aqui no São Luiz, enquanto o Mau vai em casa e volta !" 

Oi? 

PARA TUDO! Oi? 

A Nathalia tá chegando? Mas não era só semana que vem! Pois é... ódio! Enfim ... não deu para estar pessoalmente, mas estava em coração e vi-tudinho.com.br pela internet!!! No dia seguinte fui visitar as duas :) 



19 de mar de 2014

Enxoval nos EUA - parte 1

Todo mundo que me pergunta isso a minha resposta é certeira: SIM. VALE MUITO A PENA. A diferença de preços, seja para grandes itens (carrinho, bebê conforto) como para pequenos itens (mamadeiras, roupas, pomadas) é GRITANTE! 

GRITANTE MESMO!! Chega a 300% de diferença, dependendo do produto. Mesmo que você seja taxado, hein!? 

E tem o quesito qualidade. Esse ainda não posso atestar, pois não usei nada do que comprei para a Sara, por motivos óbvios; mas tenho depoimentos de mães que falaram bem assim "Você estica a gola do body para enfiar a cabeça do bebê e nada acontece, não esgarça!"... por que né genty, é isso que se faz mesmo com roupa, nada de preciosismo ou apegos. Até por que, vai perder muuuuita coisa e as vezes sem usar. 

Agoooooooooooooooora a segunda pergunta que me fazem na sequência, da primeira citada ai em cima é: "Vale a pena ir só para fazer o enxoval!?". Não sei. 

Eu e o Will já íamos para os EUA. E descobri que estávamos grávidos, poucos dias antes de comprar a passagem. E ai, somente postergamos a ida. Íamos para passar o Reveillon e ai fomos em Fevereiro, com prazo tranquilo para todas as pesquisas que eu precisava fazer e também, para descobrirmos o sexo. 

O mais difícil mesmo, foi decidir para onde ir: Orlando, Miami ou NY??? Bem, parti do princípio que esta seria uma das últimas viagens ao exterior antes da Sara nascer e que demoraria pelo menos mais 18 meses, depois do nascimento dela, para irmos novamente. Então, optei por NY. Por quê? Por que NY é tudibom.com.br!!!!!! 

Eu já tinha ido em 2008, e fiz todos os passeios de turista, estava em excursão escolar (hahahaha , mas da escola em Toronto, tá!) e NY é muito legal, com todos os seus defeitos incluídos, mas é! E eu acho bem mais 'romântica' que as outras duas cidades!


Dessa vez, inclusive, investimos mais no hotel e nos passeios, já que vamos ficar quase 2 anos sem viajar ao exterior (bem, eu vou né, pq o sr. Papai ta indo a Europa de novo mês que vem a trabalho. Hunf!) 

Enfim. 

Começou a vida loka pelas pesquisas. Blogs, sites, mamães. Consultei tudo o que pude e que tive saco, por que uma hora não aguentava mais ver dicas! rs 

Bom. No post 2, comento sobre a VIAGEM em si. No post 3, sobre a lista e sites que consultei e no post 4 a minha list revisada e comentada. OK ? 

18 de mar de 2014

Vale um bifinho?

Pode ser que este post venha a ser um grande cuspe para cima com alvo direto na minha testa, ou não! Já falei em outras oportunidades e não sou a favor de certos alimentos para crianças; se ela nunca provou não vai ficar "com vontade". E se você faz com seu filho, problema seu e não meu hehehe

Encontrei um blog com várias dicas de alimentação, chamado "As delícias do Dudu" e tem várias dicas de alimentação bem interessante, até por que né, a dona do blog é consultora em alimentação infantil... 

E hoje li uma matéria bem interessante, sobre os petit suisse, o famoso danoninho. É uma delícia, quem não gosta??? Mas ele realmente vale por um bifinho? E foi isso que me chamou a atenção. Não vou colar o texto na íntegra, só a parte abaixo, caso queira ler, clique aqui

"Ao contrário do que anunciava a propaganda ele não vale por um bifinho nem por 1 iogurtinho, porque na verdade ele não pode ser considerado iogurte, o danoninho é um petit suisse, que seria um queijo "fresco" acrescido de um monte de porcarias. "

E mais:

Uma outra coisa muito importante, a maioria das mamães vi falando que dão o danoninho ao filho, de sobremesa...O danoninho é um produto lácteo, portanto dado após as refeição atrapalha a absorção do ferro, então além de não ser bom pra nada, ainda atrapalha o que faz bem. PODE CAUSAR ANEMIA.

DANONINHO NÃO É SOBREMESA, É GULOSEIMA.


sobremesa é fruta. (lembro da minha avó falando isso!!!)

17 de mar de 2014

hunf!

Sabe o negócio do humor, citado no post anterior? Pois é.. hoje tô com o humor de um cão sarneto sem unhas... e para piorar, me irrita PROFUNDAMENTE toda vez que uma mãe me fala que nunca mais vou dormir depois que a Sara nascer e todo o blá blá blá blá... a palavra que define: ódio!!!

15 de mar de 2014

25 semanas

Para mamães
Todas as gestantes experimentam a sensação de estar com as emoções intensificadas e o humor oscilante. Sintomas esperados, já que os hormônios estão em ebulição no seu organismo

Seu bebê
Os cabelos do seu filho começaram a crescer e já têm uma coloração definida, mas essa característica pode mudar quando a criança nascer. Você já sabe se é menino ou menina? Nesta fase, o ultrassom já é capaz de revelar esse mistério. Porém nem sempre a posição do feto facilita. Algumas pessoas, no entanto, garantem que sabem a resposta só de ouvir os batimentos cardíacos da criança. Quando o coração bate rápido, dizem que é menina. Se bate mais devagar, afirmam que é menino. Tudo indica que isso não passa de mito. Assim, o melhor mesmo é recorrer ao exame de imagem para esclarecer a questão.

Sua gravidez
Ontem você estava irritada, hoje acordou alegre e, de repente, sentiu vontade de chorar? Não se assunte, é assim mesmo. Todas as gestantes experimentam a sensação de estar com as emoções intensificadas e o humor oscilante. Sintomas esperados, já que os hormônios estão em ebulição no seu organismo. Para se sentir melhor, alimente-se bem e tente proporcionar a você mesma boas noites de sono. Para isso, evite as bebidas com cafeína, como o café, o chá preto e os refrigerantes à base de cola. Essas substâncias podem deixá-la mais ansiosa e, ainda, piorar o seu humor. Uma boa dica é não abrir mão de fazer uma atividade física - vale até mesmo uma caminhada leve. Isso ajudará, inclusive, na melhora da autoestima, que constantemente precisa de um reforço. Exercitar-se também aprimora o sistema imunológico, que costuma ter oscilações na gestação, e serve como mais uma forcinha para evitar gripes e desânimo.

Eu, Sara e a Tia Naty Coruja

12 de mar de 2014

Violência Obstétrica

Sinceramente, não se se todas as grávidas fazem isso ou não. A vida inteira disse que ia fazer cesárea e brincava que era por que eu queria ir maquiada ao hospital. Até engravidar.... Depois que engravidei, seu foco sai de você para o bebê. Fato! Ninguém te obrigada! Não sou contra a nenhum tipo de escolha de parto. Cada mulher sabe de si e dos seus medos e anseios. Mas da mesma forma, não aceito críticas à minha escolha. 

Desde que me vi grávida, minha cabeça mudou em relação à cesárea e eu queria muito que fosse parto natural. Conversei com meu marido e ele disse que me apoiaria no que eu decidisse. Conversei com meu médico e ele também disse o mesmo. 

Porém, minha pequena, chegará no meio da Copa do Mundo. Isso me abalou um pouco, por que, sabemos das nossas dificuldades e esperas em hospitais, seja na rede pública, seja na privada. E o jargão "imagina na copa" é sempre válido. 

Não da para não achar que o caos não vá se instaurar. Ainda mais em SP, cujas melhorias de transporte e mobilidades foram mínimas - na verdade o Haddad só piorou! Você vai a um PS privado e fica, no minimo, 4 horas para ser atendido e ter resultados de exames simples. 

IMAGINA NA COPA. 

Conversei com meu obstetra, com um obstetra que mora no meu prédio, com uma amiga que é médica e a opinião é a mesma: vai ser punk na Copa. Além da super lotação, vai ter plantonista bêbado, sem dormir e sabe-se lá o quê e para dirimir os traumas que não precisam ser causados nesse momento tão especial: OPTEI PELA CESÁREA. 

E, tem mais um agravante, que está de forma secundária, mas não menos importante: a profissão do meu marido. Ele é piloto de helicóptero. São Paulo tem a maior frota de helicópteros do MUNDO. Tá fácil né!!! 

E então, desde que tomei essa decisão (e acreditem, cogitei até o parto em casa, hein!), comecei a ler mais sobre a tal violência obstétrica, como diminuir os impactos da retirada do bebê antes da hora natural e etc.; E é APAVORANTE! Liberdade causa libertinagem e muitos obstetras, vergonhosamente, utilizam-se da falta de informação alheia e fazem barbaridades que chegam aos pés da humilhação. 

Andei lendo alguns relatos de mulheres que fizeram cesárea por não terem informação, por terem sido ameaçadas, por terem sido ludibriadas com a informação de que o bebê poderia morrer se a cesárea não ocorresse, enfim, absurdos atrás de absurdos..... e hoje, saiu uma matéria dessa na Folha (clique aqui para ler na íntegra). 

Converso muito com meu obstetra. Conheço ele desde 2001. Ele me atende desde então. Acompanhou todas as fases da minha vida até então, inclusive toda minha luta contra a doença renal que tive em 2010. Conheço pessoas que fizeram o parto com ele. E uma frase que ele sempre fala e que sempre me agradou é "penso nas grávidas como se fossem minha esposa...." , a ponto de dispensar gestante que estará com mais de 28 semanas num período em que ele ficará 40 dias fora do país... 28 semanas = 7 meses, a partir de então, realmente, o bebê pode chegar a qualquer hora e quem quer ser atendido por um plantonista?

Acho que nós gestantes e tentantes e até as mamães de 2a, 3a instância, precisam se informar e como disse (e fez !) uma amiga minha, se não se sentir confortável, mudar de médico (esta mudou uma ou duas semanas antes do filho nascer!) e buscar sentir-se o mais confiante e amparada possível.

Visitar a maternidade, questionar, perguntar, perguntar e de novo perguntar. Montar um plano de parto, nem que seja mental e DISCUTIR com seu médico. Ele não está te fazendo um favor e se estudou, é para lhe orientar e não impor! 

É isso! E boa hora para todas nós! 

9 de mar de 2014

Filhos - Herança do SENHOR

(Lucas 1:25). Quando Deus queria abençoar um casal Ele dava filhos





















Sara, cujo nome significa "princesa", foi um exemplo de mulher submissa, leal, temente a Deus e cuja fé a colocou na galeria dos heróis da fé encontrada em Hebreus 11.

8 de mar de 2014

24 semanas

E então, completei 6 meses de gestação. Começa agora o último trimestre :)

Seu bebê
Ele já tem 21 cm, mas pesa pouco, cerca de meio quilo. Leve, mas por pouco tempo. Muitas transformações continuam ocorrendo em seu corpo. As células entram em franco desenvolvimento, assegurando o ganho de peso ao bebê para que no final da gestação ele alcance cerca de 3 000 gramas, ou 3 kg. Os pulmões começaram a produzir o surfactante, uma substância responsável por garantir que ele consiga respirar sem problemas nos primeiros momentos fora da barriga da mamãe e, assim, ter fôlego extra para abrir o berreiro.

Sua gravidez
É bem possível que você esteja esbarrando nas coisas ao seu redor e, às vezes, calculando, erroneamente, que irá passar numa brecha quando, na verdade, acaba se apertando mais do que esperava. Normal! Nos últimos dias, sua barriga cresceu e seus quadris se alargaram, sinais de que seu corpo está se adaptando para acomodar um bebê cada vez maior e se preparando para o parto.

Nesta fase, algumas mulheres sentem tonturas ao se levantar rapidamente. Pode ser a chamada hipotensão postural, uma queda na pressão que faz o sangue descer do cérebro rapidamente devido à força da gravidade. Converse sobre o assunto com seu obstetra. Em alguns casos, as tonturas podem denunciar problemas como anemia e alterações nos níveis de açúcar do sangue. E como é que anda a seleção de roupas para o pequeno? Já está mais do que na hora de ir às compras. Quando voltar para casa cheia de sacolas, faça um escalda-pés para relaxar. Você merece!

4 de mar de 2014

Obrigada amiga :)

Obrigada amiga Anne por compartilhar esse texto comigo. Obrigada!!! OBRIGAADAAA!!!

Carta de uma mãe-dona-de-casa, para uma mãe que trabalha

Querida mamãe que trabalha,

Eu sei que às vezes te julgam por deixar seus filhos aos cuidados de outras pessoas para que você possa ir trabalhar. Alguns (infelizes) até insinuam que você não ama os seus filhos tanto quanto nós, mães-donas-de-casa amamos, e dizem que o melhor para as crianças é ficar em casa com suas mães.

Como eles podem dizer isso a você? Eu sei o quanto você ama seus filhos... Tanto quanto qualquer outra mãe! Eu sei que voltar ao trabalho não foi uma decisão fácil. Sei que você pesou os prós e os contras, muito antes do bebê nascer. Sei que essa foi uma das decisões mais importantes da sua vida. Você já pensava sobre isso mesmo enquanto estava no colégio escolhendo as matérias que faria no segundo grau.

Eu te vejo em todos os lugares. Você é a médica que eu levo meus filhos quando estão doentes. Você é alergista do meu filho, aquela que diagnosticou a alergia a amendoim. Você é a fisioterapeuta que tratou a coluna do meu marido. Você é a contadora que faz nossas declarações fiscais. A professora da escolinha do meu filho. A diretora do nosso centro de acolhimento infantil. A professora de ginástica da minha filha. A corretora de imóveis que nos vendeu a casa.
Que tipo de mundo viveríamos se você não estivesse lá para nós? Se você tivesse sucumbido às pressões daqueles que insistem em dizer que lugar de uma mãe é em casa?

Eu sei que você tenta conciliar o trabalho para atender a sua família. Eu sei que você acorda uma hora antes que todo mundo, para deixar alguma tarefa pronta, ou para ter um tempo em silêncio. Sei que você já participou de reuniões no trabalho, mesmo não tendo dormido nada a noite porque teve que ficar acordada com seu bebê. Eu sei que quando você chega em casa à noite o "segundo turno" começa . Os pessimistas não entendem que você executa o trabalho de uma dona de casa, e ainda trabalha fora! Você chega em casa, faz o jantar, dá banho nos filhos, e lhes conta histórias. Você os acolhe e lhes dá beijos de boa noite. Você paga as contas, faz as compras do supermercado, faz o serviço de lavanderia, lava a louça, assim como qualquer outra mãe faz.

Eu sei que muitas vezes você se sente culpada por passar tanto tempo longe dos seus filhos, e assim, sacrifica seu tempo de lazer. Eu sei que você não consegue curtir um tempo livre para si, nem quando seus filhos estão na creche. Eu sei que você teve que aceitar que o trabalho é o seu "tempo livre" agora. Eu sei que quando você está no trabalho você não desperdiça um minuto sequer. Eu sei que você almoça em sua mesa, não sai para tomar um café, e mostra total dedicação e concentração com seu trabalho. Afinal, você escolheu estar lá. Você quer estar lá.

Eu sei o quanto você é exigente com quem está cuidando dos seus filhos, e que muitas creches oferecem um excelente atendimento. Eu sei que você só deixa seus filhos em um lugar onde você confie que eles são amados e bem cuidados. Sei que quando seus filhos ficam doentes, você passa os dias que forem necessários cuidando deles em casa, mesmo que tenha que sacrificar seu salário por isso. E eu sei que secretamente, você gosta desses dias, pois se lembra o quão capaz você é de tomar conta dos seus filhos.

Eu sei que às vezes você se sente culpada por não estar lá o tempo todo. Mas querida mamãe-que-trabalha, eu sei que não é fácil. Você está dando um exemplo maravilhoso para os seus filhos. Você está mostrando a eles que uma mulher pode ter uma carreira, contribuir de alguma forma fora de casa, e ainda assim, ser uma mãe maravilhosa. Você está mostrando aos seus filhos que eles podem fazer o que quiserem na vida. Você está exibindo a força, a resistência, dedicação, persistência, e você faz isso com muita alegria e amor.

Eu apenas queria que você soubesse que eu entendo. Porque nós duas somos mães.

Com amor,

Mãe-dona-de-casa

FONTE: http://gravidicas.blogspot.com.br/2014/02/carta-de-uma-mae-dona-de-casa-para-uma.html?m=1

1 de mar de 2014

23 semanas

aeeee

23 semanas... quase completando o 2o trimestre. Maior emoção agora que faltam menos semanas para a Sara chegar! Faltam menos do que ela já existe!!!

Seu bebê
Três novidades deliciosas marcam esta fase. Os olhos do seu filho começam a se mover. São movimentos rápidos, como aqueles que ocorrem durante os sonhos dos adultos - um bom treino para olhar tudo com muita atenção quando vier ao mundo. A outra boa notícia é que ele já pode ouvi-la melhor. A partir desta semana, ele percebe com mais exatidão os sons, em especial os mais graves, difere os ritmos de fala e, claro, distingue melodias. Eis uma ótima oportunidade para cantar e contemplá-lo com músicas. Outra importante evolução: o pâncreas, finalmente, foi ativado. O órgão, que começou a se desenvolver por volta da nona semana, recebeu os últimos ajustes e está pronto para produzir o hormônio insulina. Essa peça vital no corpo humano será encarregada de manter a glicose sob controle no sangue da criança toda vez que ela ingerir qualquer alimento, inclusive as guloseimas que ele tanto irá adorar.

Sua gravidez
Você ganhou uma linda barriga, que cresce a cada dia e requer muitos cuidados. Como toda mãe, a essa altura você já deve ter sacado uma fita métrica para conferir o quanto ela se expandiu. Até agora, seu útero deve ter alcançado 22 cm. Nos últimos dias de gravidez, a altura uterina pode chegar a 40 cm. Conforme a barriga cresce, a pele coça e as estrias podem aparecer. Alguns cremes são indicados para prevenir as coceiras e, de quebra, evitar essas marcas. Com peso extra, suas costas devem estar reclamando. Para acalmá-las, use sapatos de salto baixo e evite ficar sentada ou deitada por muito tempo. Outra dica: quando sentar, use um suporte para manter os joelhos mais elevados que os quadris. Uma alimentação saudável, rica em vitaminas e minerais, contará pontos a favor de seu bem-estar e de sua beleza.