21 de jun de 2014

E o depois?

Sara nasceu. Fui para a recuperação e uma das primeiras coisas que fiz foi passar a mão na minha barriga e ela - POF! - tinha desaparecido.. maior estranho. O Bin passou pra falar comigo, pra ver se meu útero estava contraindo, dizer que eu tinha ido muito bem, que eu ficaria ali por uma hora e depois iria para o quaro, e também que viria no dia seguinte para me ver. 

Ai, veio a pediatra que acompanhou a Sara para dizer que ela estava com um barulhinho no peito e que por segurança, iria deixa-la na UTI, para eu não me assustar, pois não era nada grave e que sua preferência pela UTI se dava pelo simples motivo de haver pediatra lá 24 hrs e no bercário não. E que eu e o marido teríamos livre acesso à ela. 

Enfim, aproveitei para dormir... mas daquele jeito né, porque a adrenalina é tanta, que você não apaga. 

Eram 21 hrs qdo fui para o quarto. Estavam meu pai, irmã e avó. Minha comadre e o noivo. O Sakai. O primo Danilo e sua mãe e claro, meu marido. 

Conversamos rapidamente e eles se foram, afinal, a visita no hospital ia só até as 21 e eles deixaram eles ficarem para me ver!! Falei com o William sobre a Sara e tentei dormir, mas não dava... Lá pelas 3 hrs a enfermeira veio para me ajudar com o banho e soltou: "Você quer ir ver sua filha!?" 

QUE PERGUNTA, VÉI!?

CLARO NÉ!... E fomos ... eram 4 hrs da manhã do dia 2/6 quando vi e peguei minha filha pela primeira vez.... nem consigo descrever a emoção daquele momento, aquela pequena no meu colo. Aquela menina que nem sabia o que estava fazendo ali, da sua imporância e do amor que ela recebia...

Foi mágico!

Nenhum comentário:

Postar um comentário